Primeiramente, peço desculpas pelo um mês sem postagem em que esse blog ficou ao relento. Considere como umas férias e espero que vocês leiam isso no feed de vocês e voltem a lembrar do site. =P Desculpas mesmo, foi um relapso de quem administra esse site (eu mesmo) e não se repetirá, até porque, sabe o que vai acontecer? A segunda temporada vai estreiar dia 20/09! Daqui a pouco tempo! E até lá, ainda teremos mais uma séries de postagens especiais…

O primeiro dessa nova série, vem hoje! Curiosidades da nossa série!

– Edízio foi que teve a idéia do projeto e convocou as pessoas para aprimorá-las.

– Tudo começou com um tópico na comunidade do orkut de Brothers & Sister, onde surgiram as primeiras idéias e os primeiros interessados em participar.

Tudo em família e Fraternal foram outros títulos que foram pensados para o projeto.

Andrade foi uma sugestão da Samara, que buscou fazer uma tradução livre para uma versão tupiniquim dos Walkers.

– Para o nome da livraria foram cogitados também Bulevares, Papier, Poeme-se, entre outros. Só após vários brain storms e votações, é que a livraria dos Andrades foi oficializada como Andanças.

– Aliás, Andanças foi a primeira sugestão pro nome da livraria, dada pela Polly, e é o nome de uma música, da Beth Carvalho, que ela estava ouvindo no momento

– Cada roteirista também tem a responsabilidade de cuidar da personalidade e da trajetória de um ou mais personagens e de seus agregados. Polly ficou com Nora, Saulo e Diva. Fábio com Guilherme e Júnior (depois da saída do Fábio, Júnior passou para o Rodrigo). Samara com Sara e Carol. Edízio com Tomás. Filipe com Carlos. Rodrigo com Vera e Rebeca.

Santa Clara, santa que dá nome ao orfanato onde Nora é voluntária, é a padroeira da televisão.

CBGB, a banda do Gabriel, é o nome de um clube de Nova York que foi o palco para várias bandas de rock na década de 70. Também são as iniciais dos integrantes da banda (Caio, Bruno, Gabriel e Bernardo).

Ágora, nome do jornal que Carol trabalha, tem esse nome por causa da praça principal na constituição da pólis, a cidade grega da Antigüidade clássica. A ágora era o espaço para discussão pública. O nome da rede de televisão Pólis, onde Carol fez aquela desastrosa entrevista do episódio 4 da primeira temporada e onde rolou o debate de Roberto no episódio 13, seguiu a mesma inspiração grega.

– Homenagens – Todos os autores, entre outras pessoas, já foram homenageados. Confira como:

Edízio: Já foi homenageado duas vezes. A primeira tendo seu nome usado para o diretor de relações-públicas da Livraria Papier, no episódio 1.14: Orgulho sem Preconceito, e a segunda tendo seu aniversário como o dia de casamento de Vitória e Tomás, no episódio 1.19: Pretérito Imperfeito – Parte 1.

Fábio: O ex-autor também foi homenageado duas vezes. A primeira, na apresentação do episódio 1.06: Epitáfio, e a segunda, como o ex-namorado de Carlos, no 1.19: Pretérito Imperfeito – Parte 1.

Filipe: Já foi homenageado como o advogado que Vera procurou para tratar da herança de Rebeca, no 1.13: Encontros e Desencontros. Apesar de ele não ter sido considerado homenageado.

Poliana: Já foi a amiga jornalista da Carol, no 1.12: Surpresa!

Rodrigo: Teve seu sobrenome, Sérvulo, utilizado para o presidente da Papier, no episódio 1.15: Descompasso.

Samara: Foi uma das executivas da Papier no 1.14: Orgulho sem Preconceito e teve seu aniversário como o dia em que Júnior fez seu primeiro show em um lugar maior e que começou a se drogar.

Outros: O sobrenome do amigo do Júnior, Betão, Bergo é o mesmo de uma outra colega de classe de Rodrigo.

Diva é o nome da avó do Filipe.

Ferdi é um apelido de uma das melhores amigas da Samara – e é um apelido unissex, ok?

Anúncios