• Os Andrades


Guilherme Andrade: 16/11/1946, 61 anos. Pai zeloso, empresário determinado, tem 5 filhos com Nora, esposa que ama de maneira fraternal. Cuida da esposa e dos filhos com carinho e afeto. Os filhos são sua maior alegria, tendo como sua “preferida” Carol, enquanto o Junior e Carlos são os filhos que mais o preocupam. Sara e Tomás, são os filhos mais velhos a quem Guilherme confiou a administração de sua rede de livrarias. Adora mimar seus netos. É um homem com a alma jovem, gosta de ouvir bossa nova, blues e jovem guarda.

Nora Novaes Andrade: 16/01/1948, 60 anos, filha do meio, esposa e mãe de cinco filhos. Sempre teve um relacionamento conturbado com a mãe. Conheceu Guilherme através do irmão mais velho, Paulo, de quem era muito próxima. O casamento com Guilherme sempre foi tranqüilo e amoroso apesar das dificuldades que encontraram, enfrentaram juntos. Professora, ela começou a lecionar antes de casar e continuou até o nascimento de Carlos em 1974. Nesse mesmo ano a família se mudou para a casa em Ipanema onde vivem até hoje. O relacionamento com os filhos é bom, Carlos sendo o filho mais próximo a ela. Com Carol sempre acontecem discussões por diferenças políticas, mas elas se acostumaram com essas pequenas discussões, mas nos momentos importantes sempre se apóiam. Depois de ver os filhos crescerem, irem para a faculdade, Nora decidiu ser voluntária em um orfanato ajudando as crianças com os estudos.

Sara Andrade Viana: 20/02/1969, 39 anos. Mãe, esposa, filha e irmã mais velha. Amiga, mulher e humana. Decidida, responsável e inteligente. Firme executiva, agressiva nos negócios da família, porém sensível, divertida e feminina. Vira-se pra dar conta das obrigações profissionais ao mesmo tempo em que cuida de si e da família. Gerencia uma das filiais da Andanças. É casada com Fernando, seu amigo de juventude, com quem teve três filhos: Gabriel de 13 anos e os gêmeos Rafaela e Eduardo de 5 anos.

Tomás Andrade: 30/04/1970, 37 anos. O segundo filho de Nora e Guilherme. Administra uma das livrarias da família ao lado do pai. É casado com Vitória e sempre sonhou em ser pai. Quando a esposa descobre a gravidez, ele sente que sua vida está completa e feliz. Não gosta de como seu irmão caçula, Júnior, leva a vida e sempre dá alfinetadas nele quando pode. É um amante de esportes, principalmente o vôlei.

Ana Carolina Andrade (Carol): 25/09/1973, 34 anos. Jornalista bem conceituada. Trabalha na área política em um jornal impresso de São Paulo, o Ágora. Paranóica, confusa, prolixa, workaholic, sensível e atrapalhada. É apegada fortemente à família e aos amigos, mas tem dificuldades de mostrar os sentimentos. Fechada, meio anti-social, mas não tímida, só não é do tipo efusiva e extrovertida, e evita situações que tenha que lidar com pessoas e, principalmente, desconhecidos, embora, em função da sua profissão, viva tendo que lidar com eles. Tem problemas de relacionamento com a mãe, por visões políticas e de vida opostas.

Carlos Andrade: 29/11/1974, 33 anos. Sarcástico, fofoqueiro, eloqüente e muitas vezes rabugento, é procurado por todos os irmãos, quando precisam de um bom conselho. Carlos é pragmático e pensa demais no futuro. É reservado e raramente comenta sua vida pessoal com sua família. Homossexual assumido, seus relacionamentos amorosos são breves devido ao se medo de se comprometer. É um pouco sozinho e um tanto inseguro. Advogado, trabalha num dos maiores e melhores escritórios de advocacia do Rio de Janeiro, a Barbosa Lima Advocacia.

Guilherme Andrade Júnior (Júnior): 11/04/1982, 25 anos. Filho mais novo de Nora e Guilherme, ele é músico, aventureiro, bem humorado, adora jogar vôlei com os irmãos e badalar. Nunca foi bem nos estudos. Prestou quatro vestibulares, passou apenas em uma faculdade particular para Administração, mas não concluiu o curso. Entre diversos projetos inacabados, a única paixão que Júnior leva a sério é a música. Estudou violão e guitarra, desde os 16 anos, incentivado por Carol. Aos 17 começou a fumar e beber. A partir daí, a vida de Júnior foi uma seqüência de excessos com drogas e bebidas alcoólicas. Sempre sociável, Junior começou a namorar cedo e tem um grupo grande de amigos e colegas.

  • Os Novaes

Diva Maria Novaes: 22/11/1925, 82 anos, mãe de Paulo, Nora e Saulo. Dona de casa, muito religiosa. Casada com Carlos Augusto Novaes, historiador e professor universitário. Muito rígida com Nora, o relacionamento delas só deteriorou com o casamento de Nora com Guilherme, que ela nunca aprovou. E por isso nunca teve um relacionamento próximo aos netos. A prisão do filho mais velho, Paulo, deixou cicatrizes para o resto da vida. Perdeu o marido no início dos anos 80 e seguiu vivendo sozinha até que os problemas de saúde a fizeram aceitar ir morar com o filho caçula, Saulo, que ela ainda tem esperança de ver casado.

Saulo Novaes: 08/05/1951, 56 anos, irmão mais novo de Nora, foi o mais afetado diretamente com a prisão do irmão mais velho. Ainda jovem era bastante festeiro, simpático e divertido Saulo era sempre convidado para as festas dos amigos de faculdade. Foi em uma dessas festas que Saulo conheceu Vera Santos. Eles namoraram por um tempo, mas o relacionamento amoroso acabou e uma forte amizade surgiu. Herói dos sobrinhos, ele sempre foi cúmplice das brincadeiras de criança e as farras da adolescência, sempre dando conselhos valiosos quando um deles precisava. Trabalha na livraria com Guilherme desde que ele abriu a primeira livraria, hoje é responsável por uma das filiais.

  • Agregados

Fernando Viana (Nando): 08/11/1968, 39 anos. Todos o chamam de Nando, mas Sara o chama de Ferdi, apelido que ganhou no colégio. Músico autodidata e formado em arquitetura. Antes de casar trabalhava como músico, agora e funcionário de um escritório de Arquitetura e Design, chamado Vértice. Engraçado, piadista (do tipo sarcástico), calmo, centrado, calado e meio místico. Perfeccionista, porém relaxado. Apaixonado por música e artes em geral. Ama de paixão os filhos e é do tipo paizão, preocupado e companheiro.

Vitória Passos Andrade: 22/01/1978, 30 anos. Está grávida de seu primeiro filho com Tomás. Sempre se sentiu bem-vinda na família Andrade e apóia o marido em tudo que ele faz. Quando descobre a gravidez, seu casamento só melhora e vive um momento de plena felicidade.

Vera Santos: 18/09/1953, 54 anos. Ex-chacrete conhecida como Vera Furacão, Vera é uma mulher que gosta de ser o centro das atenções. Sempre persistente, ela tentou seguir a carreira de atriz por muitos anos, de vários jeitos. É meticulosa, inteligente e ambiciosa, apesar de parecer fútil e burra. Criou a filha Rebeca sozinha, e por ela nutre um grande carinho e preocupação. Namorou Saulo no passado, e algum tempo depois do término do namoro, começou a ter um caso com Guilherme, por quem manteve um amor muito forte.

110303_D_0578

Rebeca Santos: 17/03/1988, 20 anos. Rebeca é e sempre foi uma adolescente calma. Apesar de gostar de fotografia, cursa direito na faculdade por insistência da mãe. Sempre foi submissa a mãe, não por medo, mas por respeito, já que Vera a criou sozinha pois o pai a abandonou quando soube da gravidez. Rebeca é racional, observadora e serena, mas não hesita em agir quando precisa defender os amigos ou a si mesma.

537 Main Street

Roberto Pelegrini: 10/05/1967, 41 anos. Viúvo há três anos, com uma filha de 12 anos, Larissa, que sempre o acompanha nos eventos. Ex-professor universitário (Direito), está efetivamente na política há sete anos, mas sempre foi militante, membro de grêmio, de centro acadêmico, participante de ongs, etc. Começou como vereador, sempre teve boa popularidade, principalmente entre os jovens. No momento, é Deputado estadual do Rio. É membro de um partido de esquerda. Roberto tem fama de conquistador e vive freqüentando as colunas de fofoca, mas na verdade tornou-se um tanto quanto recluso depois da morte da esposa.  É charmoso, honesto, divertido, inteligente, sensato, simples, romântico e idealista. Roberto também vem de uma família grande, tem três irmãs. Uma delas trabalha com ele, Lílian, uma tranqüila produtora de rádio e TV, de 33 anos.

lukemacfarlane

Sérgio Bragança: 15/08/1980, 28 anos. Graduado em Gastronomia pela UFRJ e trabalha em restaurantes desde então. Quando conheceu Carlos, era apenas um barman, e apesar de um flerte, não rolou nada demais. Reencontra-se com o Andrade pela Internet, onde sem saber, marca um encontro com ele. Quando ele vê que C.A. e Carlos são a mesma pessoa, o que ele sentia pelo Carlos volta muito mais forte, pois agora ele compreendia Carlos, já que C.A. havia lhe feito confidências.